Operação Retorno (IN GAME)

Página 4 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Lienn em Seg 22 Jun 2015 - 19:03

-Aqui é a Abominação, Paradox Girl, onde diabos você esteve ? estávamos preocupados deram você como MORTA sua pirada Eu... estou aliviada em ouvir sua voz, mas você esta sendo procurada pela tecnocracia Emilly...
Eu vou procurar uma saída para você nesta confusão e também vou chamar o Norman, o Marcus e o kyle  e ai você explica o que houve...
Só toma cuidado e não sai dai, vou levar  algumas coisas para você e reativar sua identidade e de quem mais você precisar... Pode me dar os nomes?


*Emilly da os nome e Francine começa a trabalhar e reativa as identidades mortais de todos e diz: *

-Esta pronto Paradoxo girl, mais alguma coisa ?

*Emily pensa e diz:*

-Vou precisar e um carrinho daqueles fechados de equipamentos para tirar a Nicole daqui Francine...

*Depois de algum tempo chegam quatro pessoas naquela sala com roupas de equipe técnica de  equipamentos e vindo com um grande carrinho de equipamentos fechados e vão entrando discretamente na sala*

*Depois de falarem com emilly e entrarem ele s se mostram ao grupo tirando os bonés e e óculos que compunham os disfarces*

Marcus:


Kyle Takeda:


Norman:


Francine Sinclair:


*Francine tira os óculos e olha  na sala ao redor e diz :*

-Então são eles ?


*Depois disso ela põe uns óculos de grau e diz: *

-Bem melhor...   Emilly vamos sair daqui rápido, antes que percebam que estamos fazendo... peguem as roupas no carrinho e se disfarcem e ponham a Nicolle no carrinho e vamos sair daqui.

*O carrinho era um bau com rodas basicamente, mas no tamanho para um corpo, Kyle e Marcus pegam Nicolle e vão pondo ela no carrinho e Kyle diz:*

-Por que vamos ajudar a Mellody,  hein Francine ?

*A ruiva olha para os dois e diz: *

-Sem conversa mais trabalho, quando Emilly nos disser o que ta rolando pensamos nisso, por hora ela faz parte do grupo.

*O tal Norman pega roupas de equipe de conserto e da a cada um na sala e diz: *

-Se troquem sem frescura, nós não temos tempo


Última edição por Lienn em Seg 22 Jun 2015 - 21:55, editado 1 vez(es)

Lienn
Mentor
Mentor

Mensagens : 113
Data de inscrição : 14/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Monteparnas em Seg 22 Jun 2015 - 21:06

Mellody decidiu simplesmente confiar.

- Sandra, Guerra, façam o que eles disserem, por hora eles são a nossa saída daqui. Lembrem-se que não temos tempo para questionar ou vamos ser pegos.

Dito isso, Mellody se troca ali mesmo. Só esperava que a irmã ficasse bem. Ela coloca suas roupas na bolsa com um efeito coincidente de Correspondência (A.K.A.: Magia).

- Stuart talvez esteja por perto, fiquem atentos, não sabemos se ele está com outros Nefandi ou sozinho.

_________________
In fearful day, in raging night,
With strong hearts full, our souls ignite,
When all seems lost in the War of Light,
Look to the stars-- For hope burns bright!
avatar
Monteparnas
Mentor
Mentor

Mensagens : 408
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31
Localização : Sobradinho, DF

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por klebersm17 em Seg 22 Jun 2015 - 21:20

Guerra

Ainda sentado no chão Guerra analisa detalhadamente cada um que entra na sala, reservando um pouco mais de análise para Francine. Enquanto ele olha pra ela, ele pensa:

"Ruiva, tatuagens...minhas fraquezas. Marah porque faz isso comigo?"

Então ele faz uma expressão de quem se irrita consigo mesmo e pensa:

"Que droga! Porque eu não consigo evitar?"

Assim que ele recebe uma roupa ele rapidamente se troca, não se importando que os outros vejam suas muitas cicatrizes e tatuagens nórdicas. Mas ele se concentra o máximo possível para não olhar fixamente as mulheres trocando de roupa. Para ele era absurdamente difícil. Depois de terminar ele diz a Mellody:

- "Não se preocupe, eu confio na Emilly, e se ela confia neles eu também confio.", mas mesmo assim ele fica bem atento e alerta.

Ele então dirige a palavra Francine:

- "Senhora, algo que eu possa fazer para ajudar o esquadrão?"

klebersm17
Fostern
Fostern

Mensagens : 91
Data de inscrição : 14/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Monteparnas em Seg 22 Jun 2015 - 22:15

Mellody pega um pote de um creme caseiro na bolsa e joga para Guerra.

- Passa isso no corpo, eu não quero a visão da Criatura de Frankenstein me encarando se isso se repetir.

_________________
In fearful day, in raging night,
With strong hearts full, our souls ignite,
When all seems lost in the War of Light,
Look to the stars-- For hope burns bright!
avatar
Monteparnas
Mentor
Mentor

Mensagens : 408
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31
Localização : Sobradinho, DF

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por klebersm17 em Seg 22 Jun 2015 - 22:44

Guerra

Sem entender, guerra pega o tal creme e aplica sobre o corpo. Ao final ele fala:

- "Depois você me explica isso."

klebersm17
Fostern
Fostern

Mensagens : 91
Data de inscrição : 14/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Iron Man em Seg 22 Jun 2015 - 23:50

Sandra observou a situação que acontecia diante dela sem muito entender, mas compreendia que eram algum grupo de extração bem qualificado e como a Emilly e a Mellody estavam confiando neles ela também confiaria, pois a única pessoa que era preocupante para ela era a Nicolle. Assim, pegando as roupas a Sandra diz:

--Está bem! Mas espero que seu amigos não se incomodem o que virem. -- E a jovem começou a retirar as suas roupas, na qual foi nítido perceber as deformidades Lefeu em seu corpo. Além de possui uma pele mais áspera que o normal, havia várias placas quitinosas de cor vermelho-sangue espalhadas pela pele, principalmente sobre os lugares onde os tendões, musculatura e ossos se encontravam, como na coluna, cotovelos, ombros, joelhos e parte do tórax, porém havia placas menores em outros lugares. Era no mínimo uma visão perturbadora.

Enquanto ela se trocava a jovem ainda ficava observando se alguém ficasse espantado com a sua aparência, então falaria a seguinte frase:

--Isso são as marcas dos Lefeus! Alguma pergunta? -- E esperará se alguém fizer algum comentário ou não.


Última edição por Iron Man em Ter 23 Jun 2015 - 2:13, editado 1 vez(es)

Iron Man
Cliath
Cliath

Mensagens : 46
Data de inscrição : 16/11/2013
Idade : 41
Localização : Torre dos Vingadores, NY, Terra 616

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Lienn em Ter 23 Jun 2015 - 0:41

*Francine ajeita um pouco os óculos e diz:*

-Bem, senhor Guerra não é ? Meu nome é Francine e não precisa me chamar de senhora, apenas Francine todo mundo pode me chamar assim...
Apenas haja naturalmente quando sairmos daqui, finja que apenas esta indo para um lugar designado e se alguém perguntar você esta indo guardar material no deposito
Mantenha os óculos escuros e o foco e vai ficar tudo bem.


*Emilly tira a roupa e apenas vai trocando rápido ela já estava acostumada a trocar de roupa na frente de muita gente e nem liga para o olhar de guerra.*

*Marcus e kyle apenas ajeitavam Nicolle no carrinho e cobriam ela com um lençol e punham um fundo falso com espaço para ela respirar enquanto Norman prestava atenção na porta*

*Quando vê Sandra se trocando ele se espanta mais ao ouvir o que ela falou ele diz: *

-Eu pensei que isso tinha sido Paradoxo ou Wyrm, senhorita... se depois puder me dizer o que é lefeu podemos ver se tem jeito de tirar isso de você se você quiser...

_________________

In blackest day, in Brighest night
Beware your fears made into light
Let those who try to stop what's right
Burn like his power, Sinestro's Might.
avatar
Lienn
Mentor
Mentor

Mensagens : 113
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Monteparnas em Ter 23 Jun 2015 - 0:52

Mellody ativamente evitara encarar Sandra enquanto se trocavam, imaginava o quanto sua situação poderia ser constrangedora, e esperava que os outros tivessem bom senso.
CREME:
O creme é uma rotina (magia) simples de Vida. As cicatrizes de Guerra desapareceram.

_________________
In fearful day, in raging night,
With strong hearts full, our souls ignite,
When all seems lost in the War of Light,
Look to the stars-- For hope burns bright!
avatar
Monteparnas
Mentor
Mentor

Mensagens : 408
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31
Localização : Sobradinho, DF

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Iron Man em Ter 23 Jun 2015 - 2:05

Sandra por um instante se surpreende com a afirmação do Mark (ou era o Kyle?) sobre o que eram os Lefeu e que poderia cura-la, que naturalmente ela rir, sem tom de deboche, mas sim pelo simples fato deles desconhecerem os horrores do Lefeu em suas mentes e almas.

Quando finalmente se controla ela diz:

--Os Lefeu são uma invasão aberrante que está infestando um mundo onde nós estivemos. É algo tão alienígena que faria os Mitos de Cthulhu de H.P. Lovecraft parecerem histórias para crianças dormirem. E pelo que eu saiba não há cura possível sem a influencia direta dos deuses... -- ela dá uma pausa e fala uma frase em Silvestre -- Allihanna nos proteja e nos dê forças nesta hora negra! -- E volta falar em inglês para eles:

--Quer uma sugestão? Não se interesse, não procure e não encere os Lefeu, se não você perderá sua mente, corpo e alma. E se ouvir na sua cabeça a frase "Tudo é LEFEU!!!" vocês estarão totalmente perdidos. -- E após terminar a frase ela acabar de se vestir, colocando suas armas em prontidão na sua roupa. E olhando para Emilly e Mellody diz:

--Estou pronta! Vamos partir?

Porém enquanto esperava o resto do grupo ficar pronto ela notou que mais uma vez falaram que ela era algo ligado a "Wyrm". E esse termo não era incomum para ela já que tanto a Cassandra e outro membros do grupo haviam falando sobre essa "força corruptora", mas só agora ela se lembrou que a própria Mellody afirmou anteriormente que "a Tormenta é uma manifestação da Wyrm".

Assim, mesmo com receio de tocar sobre o assunto, já que a Tormenta era algo que incomodava ela demais, Sandra chegou perto de Mellody pedindo para falar com ela a sós e longe do grupo e pergunta a amiga:

--Mellody mais de uma vez me reconheceram como algo maculado pela "Wyrm", mas eu ainda não entendi o por que disso? Por que você disse que a Tormenta é uma manifestação da Wyrm? Essa Wyrm também é algo alienígena que está invadindo a Terra? Por que eu nunca vi isso quando estava aqui antes de ir para Arton? -- dando uma pausa para respira ela se lembra de um fato e continua. -- Aqueles Dançarinos da Espiral Negra que enfrentamos no "mundo espiritual" são da Wyrm, certo? Mas por que eu senti a Tormenta neles? E aliais naquela ocasião eu senti uma raiva quase irracional quando encontrei eles que quase enlouqueci. Ah. E caso não se lembre eu consigo sentir a corrupção da Tormenta em pessoas, lugares ou coisa que estejam cerca de 100 m de mim.

E Sandra para de falar deixando a amiga possa falar, já que ela notou que falou como uma metralhadora.

Iron Man
Cliath
Cliath

Mensagens : 46
Data de inscrição : 16/11/2013
Idade : 41
Localização : Torre dos Vingadores, NY, Terra 616

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Monteparnas em Ter 23 Jun 2015 - 17:15

Mellody achara curioso que o grupo de Emilly conhecesse a Wyrm. Não era um saber comum fora dos Fera e seus Parentes, para eles teria feito mais sentido falar em Entropia, talvez em Caos e Nefandos.

Quando Sandra a chama, ela escuta com atenção. Infelizmente não tinham muito tempo, mas ela tenta explicar de forma breve.

- Você não viu pelo mesmo motivo que você não viu lobisomens, nem vampiros, nem pessoas capazes de alterar a realidade, seja com mágika, seja com super-ciência. Tem mais coisas vivendo nesse mundo do que a sociedade percebe. A Wyrm é um espírito de entropia, corrupção e destruição. Ela é a representação de toda forma corrompida de entropia nesse mundo, ou em qualquer outro que a gente conheça. Muita destruição e guerra no mundo de hoje ocorre por influência dela, e aqueles que são tocados diretamente por ela se tornam mutantes amaldiçoados, enlouquecidos e pestilentos. Exatamente como a Tormenta, mas com uma variedade muito maior do que o que nós pudemos ver em Arton.

- Ver esse tipo de horror pode ter sido uma novidade para você e para o Guerra. Pra nós, é só mais um vislumbre doentio da praga que consome as entranhas do nosso mundos a mais tempo do que você pode imaginar. Sinto muito por você, mas acredite, eu já vi coisa pior.

_________________
In fearful day, in raging night,
With strong hearts full, our souls ignite,
When all seems lost in the War of Light,
Look to the stars-- For hope burns bright!
avatar
Monteparnas
Mentor
Mentor

Mensagens : 408
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31
Localização : Sobradinho, DF

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Iron Man em Ter 23 Jun 2015 - 18:26

Sandra ouvi atentamente que Mellody diz e tenta entender o que fora dito, tudo parecia as loucas "Teorias das Conspirações" que já tinha lido ou escutado, mas como ela já pode ver isso ocorrer na sua frente não duvidou de sua amiga. E como notou que o tempo era curto ela não quis continuar enrolando e por isso disse:

--Está bem. Não temo tempo para falar disso agora, mas assim que tivermos tempo quero falar sobre isso mais detalhadamente.

Assim, Sandra voltou para sua posição para sair dali. Se os amigos da Emiliy queriam que eles ficassem incautos para todos ela faria isso, sem muita dificuldade.

Iron Man
Cliath
Cliath

Mensagens : 46
Data de inscrição : 16/11/2013
Idade : 41
Localização : Torre dos Vingadores, NY, Terra 616

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Mamorra em Ter 23 Jun 2015 - 19:01

Cassandra e Sarah – Lincoln Tunnel, New York, United States of America – Noite Limpa

Bart e Jason estavam surpresos com a figura que aparecia. Ashley era “tolerante” aos Garou. Ela havia dado ordens para que os “Membros” ficassem fora de todo e qualquer assunto Garou. Qualquer um que entrasse no caminho deles, havia assinado a sentença de suicídio. Ela fazia de tudo para manter o “equilíbrio” e tinha até certo contato com o rei Albretch. Mas parecia que o acordo estava quebrado. “Bem a tempo!!!”

Jason se pôs à frente em posição de ataque, porém Bart segurou o colega.

-- Deixa essa presa para a pequena. Vamos lá, Sarah “Fúria Branca”. Esse é seu alvo. Ela matou várias pessoas comuns que não faziam ideia do mundo perigoso em que viviam... Esse monstro vem matando há mais tempo que nós três temos de vida. Deixe sua Fúria ser sua guia nessa caçada. Deixe Gaia guiar seus instintos. Deixe Luna levar suas garras e presas até ela. Só ouça meus comandos e faça exatamente o que eu disser e vai dar tudo certo.

Cassandra sentiu a Besta vir à tona e tomar seus órgãos sensoriais, ainda que isso fosse imperceptível até mesmo para os Garou. Aos olhos da Besta, teias e aranhas se recolhem ainda da anciã recém-desperta do Sono das Eras. Uma multitude de auras sobrepostas, mas nenhuma pertence à outra pessoa, e todas tremulavam com um medo palpável. Mesmo a essa distância é audível o som de seu coração, pulsando Vitae enfraquecida, mas quente e fresca, por todo o seu corpo. O terror de sua atual condição tomou todo pensamento, de outra forma livre, de Ashley Brahan. O cheiro mais pungente no ar, no entanto, era o que estava em suas mãos. Sobre o sangue de mortais, há o sangue dos Malditos, dos sete que outrora comandaram Nova Iorque sob a bandeira da Camarilla, arrancado de seus corações pelas mãos nuas de uma adolescente "mortal". A Besta se contorceu e volta ao fundo da alma da profeta morta-viva, farejando o sangue e se preparando para o banquete...

Saeko, Sanosuke e Yumiko - Higashimizumoto, Katsushika-ku  – Tóquio/Japão – Madrugada

Dor.

Era a única coisa que Saeko podia sentir no instante seguinte a sua mãe arrancar seu braço direito num golpe certeiro. O sangue lavava a casa e a roupa branca da sua mãe. Em poucos instantes a visão dela começou a ficar escura e era claro que iria desmaiar.

Sanosuke e Yumiko viram Shino cortar o braço da filha fora. A sala ficou lavada de sangue e a amiga correu para conjurar uma prece à Lin-Wu e o sangue parou. Em seguida, cortou o próprio braço que se desfez em um pó e passou no braço da filha. A espada começou a se desfazer e o braço voltou a crescer numa velocidade impressionante. Por fim, sua mão foi recriada a partir dos restos da arma.

Poucos instantes depois, Saeko recobrou a consciência. Parecia que tudo fora um sonho ruim e a mesma correu para ver seu braço, que estava no lugar e uma gravura tatuada em sua mão, a mesma que sua mãe tinha. Ao olhar para sua mãe, viu que ela não estava com a sua espada e estava sem o braço.

Emilly, Guerra, Mellody e Sandra – George Bush Intercontinental Airport – Houston/United States – Noite nublada.

O grupo saiu da sala preocupado. Pensaram que haveria uma equipe da S.W.A.T. ali esperando para prendê-los e se surpreenderam em ver que o movimento do aeroporto estava normal. Foram calmamente até a saída oeste e havia um minifurgão os aguardando. Ao entrarem, Emilly pôde ver que eles haviam providenciado tudo o que haviam pedido.

Enquanto dirigiam, Guerra e Sandra puderam ver que já havia, no carro, passagens compradas para o Rio de Janeiro. Pouco tempo depois, pararam em outro aeroporto, onde eles poderiam embarcar para a Cidade Maravilhosa.

_________________
avatar
Mamorra
Mentor
Mentor

Mensagens : 174
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31

Ver perfil do usuário http://orangovivo.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Lienn em Qua 24 Jun 2015 - 21:28

Emilly

*Ainda no Aeroporto Marcus e Norman olham para ela e Marcus diz: *

-Bem moça, depois falamos disso e estudamos o assunto e sinceramente se quer fazer com que um tecnocrata não investigue algo, nunca diga a ele que isso é conhecimento proibido, isso vai fazer com que ele olhe mais a fundo ainda, mas por hora não temos tempo para isso

*no furgão depois de todo mundo entrar nele ,Emilly apenas vai olhando os papeis e tudo que os caras trouxeram e diz: *

-Vocês trouxeram tudo...  até mesmo um cartão de credito para mim....

*Marcus apenas assente e diz *

-Apesar de você poder pedir o dinheiro a seu marido sua retardada, mas deixa isso quieto, vamos tirar estes uniformes esquisitos


*Todos com exceção de Kyle que dirigia estavam na parte de trás do furgão e eles começam a tirar os uniformes cada  um deles tem um  tatuagem  em um lugar diferente no braço direito na altura do ombro direito havia uma tatuagem  em Marcus, uma nas costas e outra na altura do peito em Francine, e  o rapaz que chamava de Norman também tinha uma tatuagem no braço direito e quando se trocou pôs uma camisa com um símbolo estranho*
*Depois de trocarem de roupa  O Norman manda uma mensagem de texto e diz:*

-Nós não podemos ser pegos aqui, esse aeroporto é limpo por hora nós podemos usar ele sem problemas.

-Vocês brasileiros vão para o Brasil, mas antes de tudo, nós queremos uma explicação de todos aqui, o que diabos esta acontecendo e onde vocês estavam...  Principalmente você Emilly...


*Emilly fica meio sem graça e diz: *

-Serio caras eu nem sei bem como explicar muita coisa, as minhas lavagens cerebrais ferraram um pouco as minha memorias.

Marcus:


Kyle Takeda:

Norman:

Tatuagem

Camisa

Francine Sinclair:


Este esta esta nas costas

Este esta  em cima do peito

Saeko

*Saeko grita de dor quando tudo acontece e cia desmaiada e quando sanosuke e yumiko pensam em  fazer algo aconteceu todo aquele ritual estranho e misterioso e Saeko pergunta quase que junto com sanosuke a seguinte frase: *

-O que Diabos aconteceu aqui ?

_________________

In blackest day, in Brighest night
Beware your fears made into light
Let those who try to stop what's right
Burn like his power, Sinestro's Might.
avatar
Lienn
Mentor
Mentor

Mensagens : 113
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por klebersm17 em Qua 24 Jun 2015 - 22:53

Guerra

Guerra, então quando eles retiraram as roupas esquisitas guerra também colocou sua roupa normal que estava antes. Ele presta atenção nas tatuagens deles, mais especificamente nas de Francine, e mais uma vez, sem conseguir evitar, pensamentos sexuais e lascivos vem a mente dele. Ele tenta afastá-los e forcar na conversa.

Então ele responde a pergunta do homem:

- "Eu poderia responder, mas como a minha resposta pode acabar com a minha vida, de forma que seria até uma morte estúpida e eu não iria ao Valhalla, então como compensação, eu pediria um momento íntimo com a Francine. Aí a Mellody, Emily e Sandra me xingariam até não poder mais, me chamariam de escroto, nojento e sem noção, isso nas ofensas rasas. Aí então a Mellody iria dizer que ela iria falar. Então, para poupar papo furado e o tempo de vocês, então deixo que a Mellody fale logo."

Ele então faz um rápido comentário:

- "A propósito, qual o significado da tatuagem de vocês?"

klebersm17
Fostern
Fostern

Mensagens : 91
Data de inscrição : 14/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Iron Man em Qua 24 Jun 2015 - 23:26

Sandra estava aliviada de ter saindo daquele aeroporto, pois o simples fato de não está mais lá lhe deixava mais aliviada. Contudo ela ainda olhava para Nicolle com desconfiança, pois ela poderia ter algum transmissor embutido no corpo como escutou falar no meio das Teorias de Conspiração.

Porém, quando ouvi as besteiras do Guerra não teve mais paciência com ele e deu um pescotapa que ecoou dentro da van e disse:

-- Calado Guerra!!! Ou vou fazer você falar fino para o resto da sua vida!!!

Depois olha para Emily e Mellody e pergunta:

-- Eles são confiáveis de se contar o que houve lá onde estivemos e vimos coisas inacreditáveis? -- E Sandra espera a confirmação das suas amigas para falar mais alguma coisa de Arton e que passaram lá.

Iron Man
Cliath
Cliath

Mensagens : 46
Data de inscrição : 16/11/2013
Idade : 41
Localização : Torre dos Vingadores, NY, Terra 616

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Monteparnas em Qua 24 Jun 2015 - 23:31

Mellody ficou estupefata com a torrente verborrágica de Guerra. Pela primeira vez ela sentia alguma coisa pelo Major: era pena.

- Por favor, perdoem esse homem, ele tem problemas mentais ainda não completamente diagnosticados, falha que pretendo corrigir o mais rápido possível.

- Emilly, nós não podemos deixar Sandra e Guerra sozinhos, é abandono de incapaz, isso é... isso é errado, eu sou médica!

- Em poucas palavras, nós passamos esse período em uma Tellurian além do Horizonte. Um lugar com relações cosmológicas bem diferentes, onde a situação, embora também preocupante, está bem mais estável.

- Nosso mundo está morrendo, e agora estamos como parte de uma espécie de equipe de resgate e colonização. Vamos juntar quem der e sair daqui.

- Sei que não sou bem vista por nenhum lado na Guerra da Ascensão, mas... eu estou de saída. Estou de saída desse mundo, junto com minha filha e... bom... com a Emilly...

_________________
In fearful day, in raging night,
With strong hearts full, our souls ignite,
When all seems lost in the War of Light,
Look to the stars-- For hope burns bright!
avatar
Monteparnas
Mentor
Mentor

Mensagens : 408
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31
Localização : Sobradinho, DF

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Lienn em Qui 25 Jun 2015 - 0:07

*Francine cai o queixo quando guerra fala aquilo e fica totalmente sem graça, mas Marcus vendo a falta de ação de Francine fala: *

-Er... Guerra certo ? As tatuagens significam um pouco das convenções que viemos, esse cifrão no meu ombro, é símbolo do sindicato e o Sindicato é a Convenção Tecnocrata cujas raízes estão no comércio e a troca.
O dinheiro e o comércio promovem o progresso, e é desta forma que nós os negociadores influentes guiamos a humanidade para um mundo mais seguro e próspero.

A da Francine no peito diz que ela é uma Progenitora os Progenitores e como eles dizem A vida é uma evolução eterna e os progenitores exploram os segredos dessa evolução, trabalhando para levar a humanidade para o próximo ponto na escala evolutiva.

E a do Norman diz que ele é um engenheiro do vácuo, e para os engenheiros Conhecer traz o poder, essa é a lógica da Convenção Engenheiros do Vácuo, os Desbravadores do oculto. É a Convenção Tecnocrata especializada em mapear e fazer relatórios a respeito de todas as terras, estranhas ou nem tão estranhas ao conhecimento humano.


Muitas vezes vistos como guardiões da Película, os Engenheiros do Vácuo são inspirados pelo mesmo sentimento dos antigos desbravadores: conhecer e nomear terras nunca antes conhecidas ou visitadas, além de, é claro, garantir que a mesma não caia na mão de nenhum grupo inimigo ou indesejável para a União.

*Nesse momento kyle  vai para o banco de trás e também começa a mudar de roupa e é possível ver uma tatuagem gigante nas costas dele também, e emilly esta terminando de tirar a roupa dela e é possível ver a dela no cóccix  *

Kyle:

Emilly:

-O Kyle é Iterador ou seja Iteração X  que é especializada em ferramentas e sua manipulação, se dedicam à ideia de aprimoramento do homem através da cibernética, da computação e da robótica.

E A Emilly bem... Ela é membro da nova ordem mundial  ou simplesmente NOM é a Convenção da Tecnocracia responsável por recepcionar e moldar os diversos tipos de informação. Vistos como diplomatas ou burocratas, os membros da NOM na realidade fazem um pouco mais do que isso. Se infiltrando nas outras Convenções e até mesmo entre os Tradicionalistas, essa Convenção é o pilar de sustentação de toda a metodologia presente dentro da Tecnocracia, impedindo que os elos fracos continuem entre eles e exercendo o poder da manipulação na população não-Iluminada.
E sobre a das costas da Francine é o símbolo dos Corax, ela é parente Corax, todos nós aqui somos parentes cada um de uma raça Metamórfica.

*Emilly fica meio chocada ao ouvir guerra e diz:*

-Velho, eu prefiro nem comentar....

*E ao ouvir Sandra Emilly diz: *

-Sim eles são confiáveis sim Sandra, não se preocupe, eles são meus amigos desde que eu entrei na Tecnocracia e assim como eu são magos...

*Ao ouvir Mellody e Emilly sorri, já trocada de roupa ela abraça  Mellody e da um novo beijo nela e diz: *

-Sim meu minha Mel, nós estamos juntas nesta e vamos sair deste mundo juntos...

*Todos os outros amigos de Emilly travam e dizem:*

-ESSE MUNDO TA MORRENDO ?  TEMOS QUE IR ATRAS DE NOSSOS PARENTES E SAIR DESTA BAGAÇA TEMOS QUE PEGAR A ENTERPRISE E SAIR DAQUI AGORA!!!!


*Francine respira e diz:*

-calma gente, vamos ter calma, temos que ligar para Tsunade e começar a sair daqui da terra o mais rápido possível.. eu não sei se tenho coragem de deixar tanta gente para trás, mas não podemos fazer nada podemos ? Marcus, Liga para Tsunade e diz a ela o que esta rolando
A só mais uma coisa Mellody, nós também estamos fazendo um certo nível de caquinha, desde que a Emilly  sumiu estamos trabalhando para as tradições como espiões dentro da tecnocracia.


*Marcus começa a ligar para alguém e falar o que havia acabado de descobrir*

*Emilly para e pensa no que havia acabado de escutar*

-Pera vocês estão trabalhando com A Tsunade ?  e traíram a tecnocracia por mim ?


*Emilly pergunta realmente surpresa*

*Depois que Francine termina de trocar de roupa, uma pena de corvo aparece como um enfeite de cabelo em uma das mechas ruivas dela e ela diz:*

-caramba eu mal desfiz a ilusão e essa pena de corvo já voltou para o meu cabelo ?

*Kyle é que pensa um pouco e diz depois de toda confusão*

-Você quer sair do mundo com ELA ? com a Emilly ? mas... a Emilly não é casada e você também não...
Sério agora eu bunguei Dei Erro 404 explica essa...


*Os outros amigos de Emilly também pareciam confusos com a História e esperavam esclarecimentos*

_________________

In blackest day, in Brighest night
Beware your fears made into light
Let those who try to stop what's right
Burn like his power, Sinestro's Might.
avatar
Lienn
Mentor
Mentor

Mensagens : 113
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Monteparnas em Qui 25 Jun 2015 - 10:49

Mellody achou a explicação de Marcus bonitinha de tão didática e cliché. Podia imaginar uma apresentação de slides em uma aula. Mas parte daquilo ali também a pegou de surpresa.

- Resumindo: Marcus literalmente suborna a realidade para fazer o que ele quer, Francine estuda e cria clones e mutantes, Norman explora o espaço caçando alienígenas, Kyle é um ciborgue ou um construtor de androides ou os dois, e a Emilly era usada pelo coração da Conspiração.

- Os filhos da puta da Nova Ordem Mundial. Eles colocam droga de obediência no flúor da água, fazem lavagem cerebral severa nas pessoas, mandam Homens de Preto para intimidar, eliminar ou Condicionar testemunhas do sobrenatural, criam e apagam dados e notícias. Eles me prenderam em um laboratório uma vez, pra me estudar. Não veem pessoas como seres humanos, mais. Só como coisas para manipular e usar. Eles colocam chips de rastreio, escuta e controle mental nos agentes. Felizmente os da Nicolle, queimaram quando ela entrou naquela sala...

- A NOM reprogramou a cabeça da minha irmã... ela não conseguiu nem lembrar de mim...


Depois de um instante para engolir o que aconteceu a Nicolle, ela muda de assunto.

- Nós temos pelo menos quase um ano para nos preparar para a partida, parem de agir feito baratas tontas em pânico. Aliás, vocês estão infiltrados dentro da Tecnocracia!? Vocês são loucos!! Por que tanta preocupação se já têm tanta vontade de morrer com requinte de crueldade!?

- Se bem que eu sei pouco sobre vocês. São Parentes, é? Eu sei muito pouco dos outros metamorfos fora os lobisomens, só sabia da Emilly, que é Presa de Prata. Gentinha nojenta. Se bem que o meu caso consegue ser pior...

- E sobre sair com a Emilly... bom... eu... eu estou um pouco confusa, ainda, está bem? Mas nós vamos sim sair daqui juntas. Vamos... vamos ser uma família...?



Em New York

Sarah tremia toda, mas fez que sim com a cabeça e lentamente se forçou a mudar de forma, começando a crescer. Mas antes que terminasse, quando ainda era um lobo, gigante, mas de anatomia comum, Cassandra se colocou a frente do grupo, entre eles e a menina lavada em sangue diante deles.

- Não se apresse, Bart, você não sabe com o quê estamos lidando. Ela está tão assustada quanto as pessoas que estão correndo, em pânico diante de uma situação que não pode compreender. Mas também é muito mais forte do que você imagina. Sarah, não se aproxime dela. Eu vou tentar tranquilizá-la.

Dentro de Cassandra a Besta estava irrequieta, mas ainda estava longe de ficar faminta de verdade. A vontade humana se impôs e o instinto inumano aceitou que ainda não teria sua paga vermelha, retornando para o fundo da alma da Profeta.

Cassandra se aproximou lentamente de Ashley, sem movimentos bruscos, observando com atenção enquanto tentava acalmá-la sobre sua presença.

- Acalme-se, Ashley Brahan. Eu não sou sua inimiga. Sei que você está com medo, eu vou te ajudar. Nós vamos descobrir o que aconteceu com você, você só precisa se manter calma. Venha comigo, você tem que comer alguma coisa, sangue não vai te ajudar mais...
Ação:
Cassandra vai tentar manter a garota calma, inicialmente com um teste de Empatia, mesmo. Se Ashley não se acalmar e atacar, Cassandra vai usar Resiliência para lidar com qualquer dano que sofra e tentar anestesiar Ashley com Obeah.

_________________
In fearful day, in raging night,
With strong hearts full, our souls ignite,
When all seems lost in the War of Light,
Look to the stars-- For hope burns bright!
avatar
Monteparnas
Mentor
Mentor

Mensagens : 408
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31
Localização : Sobradinho, DF

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por klebersm17 em Qui 25 Jun 2015 - 19:50

Guerra

Tudo aconteceu muito rápido desde que ele tinha falado, e ele estava ficando irritado com Sandra. Em seu pensamento ele dava um soco no olho dela. Mas deixou pra lá. Já de saco cheio de toda hora Mellody dizer que ele é louco, Guerra diz:

- "Eu não sou nenhum incapaz, sua maga psicopata! O que acontece é que estou a (coloque aqui o tempo que levou desde quando Guerra e Saeko fornicaram no deserto) sem nenhum tipo de contato sexual com nenhuma mulher. E pelo visto isso não irá acontecer, pois devido a sua cara de asco e vômito ao me ver nú, me diz muito bem que o sexo oposto não se interessará sexualmente em mim. E para completar, desde que eu me encontrei com vocês no deserto só mulheres absurdamente lindas e atraentes se uniram ao grupo. Todas, exatamente todas são assim. E eu sempre fui uma pessoa que gosta muito de sexo, de sentir de forma física e intensa a beleza  de uma mulher. Esse é o problema, isso que ocorre comigo. Quando vejo já falei."

Então, ele dirige a palavra a Francine e diz:

- "Me perdoe, pois a ofendi, dirigi palavras de formas brutas e diretas a você. Você tem traços que eu acho belos e muito atraentes em uma mulher que são além de corpo e rosto bonito: cabelos ruivos, tatuagens e olhos claros."

Ele então novamente fala com Mellody:

- "E se você senti tanto nojo de mim, ou até mesmo vergonha, fique longe de mim. Pois até o momento você só me ofendeu e depreciou, quanto eu comecei a te aceitar como parte da "família", e até mesmo te respeitar. Você apenas me vê como um martelo que acha que tudo é prego, não consegue enxergar um traço positivo em mim. E se enxerga, apenas expressa o que vc vê de ruim. E eu te admirando por você mesmo em lidar com um problema dessa dimensão ainda conseguir cuidar de suas filhas, dar a elas amor e carinho. Eu não sou robô Mellody, eu sou um homem, com desejos, anseios e defeitos de humano."

Ele então se vira para Sandra:

- "E você Sandra, quem do grupo recém iniciado ficou do seu lado quando sua transformação começou a ocorrer? Que mesmo quando você surtava não me assustava com você. Que mesmo sem te conhecer tentou te dar apoio, te mostrar que sua beleza não tinha ido embora, que apenas se tornou diferente. Que mesmo mudando eu ainda te via como uma igual e acreditava em você, tanto que no pouco tempo que comandei você e Amanda em combate em Arton, eu nunca duvidei de você, nunca te deixei afastada com medo de você surtar. E agora, já me ameaçou diversas vezes."

Pela primeira vez, depois de muito tempo, Guerra estava de fato triste. Para ele era até estranho sentir isso novamente. Depois de muito tempo ele se sentia isolado, apenas como um instrumento necessário. Uma arma, que só era lembrada em momentos de guerra.

- "Perdão por ter me excedido."

Guerra então apenas se mantém em silêncio, ele sabia que poderia ouvir novamente sermões de Mellody, Emilly e Sandra. Sobre como ele tinha defeitos, mais uma vez ser escorraçado. Mas ele não se importava, apenas ficaria em silêncio. Talvez, aquele seria o último momento que ele se permitiria ter sentimentos. Se era uma arma que as pessoas viam, uma arma ele seria.

klebersm17
Fostern
Fostern

Mensagens : 91
Data de inscrição : 14/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Iron Man em Qui 25 Jun 2015 - 20:14


Antes do Guerra falar, Sandra ouviu a explicação de Marcus e Mellody esperando o momento certo para falar. E notou o óbvio que cada uma tinha uma visão particular da Tecnocracia, sendo do Marcus mais idealizada e de Mellody mais pratica e quando finalmente eles acabam a jovem Lefou fala:

--Está bem. Resumindo nós fomos parar em um alternativo que parecia uma versão medieval da Terra, mas com elementos do Renascimento na mesma. Fora que havia características fantásticas na mesma, com raças não-humanas como Elfos, Hobbits, Minotauros etc. Lá a magia é forte e presente, como também os deuses e seus milagres. -- ela dá uma pequena pausa pegando uma medalha circular com um emblema de uma arvore nele e mostra para o grupo. -- Como Alliahanna, a Deusa da Natureza, na qual me tornei devota, pois só a fé nela que manteve a minha sanidade depois da Tormenta me macular.

Então Sandra dá mais uma pausa olhando para o Símbolo Sagrado da sua deusa e fechando-o em suas mãos continua:

--O que a Mellody falou é certo e temos um pouco mais de um ano. Só vou pegar aqueles que me são queridos para mim e partir dessa "bola de lama". Sei que não há meios para salvar o mundo? Sim! Fato! E é uma pena? Sim! Outro fato! Mas não posso fazer nada a não ser fazer aquilo que eu puder. -- Ela termina de falar olhado fixamente para o Marcus, enquanto retira temporariamente sua lentes de contatos e mostra a ele seus olhos Lefou e ele e diz:

--Se não quiser se tornar algo como eu ou pior, por favor não procure sobre a Tormenta. Essa é o único conselho que lhe dou. -- Depois de falar Sandra recoloca suas lentes de contato esperando chegar ao aeroporto onde FINALMENTE poderá voltar ao Brasil.

Após o Guerra falar sobre sua frustração Sandra se sentiu realmente incomodada, pois não levou em conta os sentimentos do seu ex-Major e ainda sentida chegou perto dele colocando a mão em um dos ombros dele falou em português:

--Desculpe Dante. Não devia ter me excedido contigo, mas às vezes você passa da linha. Você e todos deste grupo são como uma família para mim e ficou MUITO chateada quando faço vocês sofrerem de algum modo. -- Sandra dá uma pequena pausa e continua. -- Por favor me perdoa pelo pesco-tapa, mas você tem que pensar antes de falar besteiras com um bando de mulheres que estão quase sempre em uma ataque de nervos. Certo?

Sandra demonstra um sorriso sincero em seu rosto esperando a animar Guerra, pois para a mente da jovem Lefou provocar sofrimento qualquer que seja para alguém deste grupo, que como ela disse antes é sua família, é pior que a morte.

Iron Man
Cliath
Cliath

Mensagens : 46
Data de inscrição : 16/11/2013
Idade : 41
Localização : Torre dos Vingadores, NY, Terra 616

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por klebersm17 em Qui 25 Jun 2015 - 22:08

Guerra

Ao ouvir Sandra falar, ele fala baixo no ouvido dela, também em português:

- "Tudo bem. Mesmo com a atração que sinto por você, daqui você é quem eu consigo ver como amiga, como igual. De formas diferentes nós acabamos nos tornando parecidos. Os Corvos me mudaram muito. Perdoada."

Guerra esboça um sorriso sincero para ela, dessa vez sem malícia. Mesmo com algo dentro dele gritando por beijá-la, ele conseguiu se controlar, e conseguir abafar o desejo e mostrar o sentimento de amizade.

klebersm17
Fostern
Fostern

Mensagens : 91
Data de inscrição : 14/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Lienn em Qui 25 Jun 2015 - 23:16

*Marcus levanta o dedo para tentar rebater Mellody, mas se vê obrigado a concordar com ela, mas Francine faz um pequeno adendo:*

-EI, eu não sou Criadora de clones e mutantes, eu sou uma mutante é diferente, eu NUNCA faria um mutante ou um clone para estuda-lo o máximo que eu já fiz alguém sem mente ou alma, para fazer um transplante de Alma em um agente que estava morrendo por causa de uma Magia de um TR.

*Kyle escuta o que mellody disse e diz:*

-Na verdade eu sou um Ciborgue que fabrica Androides e inteligências artificias... Mas quanto a Nova Ordem mundial faltou um adendo, muitos deles são vitimas de si mesmos, afinal a NOM é quem mais tem o numero de Agentes Lavados e programados para fazer lavagens cerebrais em outros agentes, é bem nojento.

*Marcus respira e diz a Mellody*
-Bem Mellody precisávamos achar a Emilly e o que fizeram com ela, por mim assim que pegarmos tudo que é nosso nós nos mandamos da tecnocracia, mas já que você diz que temos tempo da para preparar melhor a Interprise.


*Emilly ainda abraçada em Mellody diz: *

-Bem eu sou casada com o Jason, não que ele vá se importar de nós duas estarmos em relacionamento sério, mas O Jack te pediu em Casamento e você aceitou isso também é uma pergunta para você.

*Quando Guerra da o ataque de pelanca os amigos de Emilly ficam de com cara de que a DR estava solta e Francine se adianta e fala:*

-Guerra, certo? desculpa fofo é que eu me assustei um pouco e também você meio que não faz meu tipo.... eu prefiro homens Gordos e Nerds, sabe ? Que conversem comigo sobre meu trabalho e que me façam sentir uma igual, eu  realmente não saio com gente sarada, eu meio que não me sinto atraída sexualmente por ninguém sem este pré-requisitos e eu odeio sexualização explicita, eu sou meio  chatinha neste aspecto.

*E Marcus fala depois que ela termina:*

-E falou nossa rainha do gelo, mas deixa quieto ela realmente nunca, mas nunca sai com ninguém ela vive para o trabalho dela e ponto.
*Emilly olha para guerra e diz:*

-Olha eu te trato mal por que você me tratou mal em Arton logo de cara a primeira coisa que vocês fizeram foi levantar uns arcos para as minhas pernas quando eu só tinha vindo para entregar a filha da Mellody e também junto com aquela Garou retardada e a japa doida é só essa minha treta sabe ? eu ia levar uma flechada no meio das pernas somente por que não queria te dar satisfação de quem eu era, essa Guerra e somente esta é minha treta inicial com você e depois você se mostrou o sexista do caralho que minha mãe adotiva me ensinou a evitar, mesmo que seja por falta de contato sexual.
Eu não tenho motivos para ser legal com você, eu apenas voltei para casa e estou cooperando por que tenho que pegar quem eu preciso e me mandar, mas eu realmente não estou falando merda para você e outra você me tratou como se eu tivesse que dar satisfação dos meus poderes para você quando eu levei para  Umbra.

_________________

In blackest day, in Brighest night
Beware your fears made into light
Let those who try to stop what's right
Burn like his power, Sinestro's Might.
avatar
Lienn
Mentor
Mentor

Mensagens : 113
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por klebersm17 em Qui 25 Jun 2015 - 23:56

Guerra

O ex-major ignora o que Emilly disse, em sua mente ele pensa:

- "Claro, porque quando encontramos você, todo mundo de tratou superbem, exceto eu..."

Como até o momento Francine havia sido "de boas", Guerra meio que apenas comentou o que ela disse:

- "Tudo bem. Entendo o que você disse, e reconheço que tenho esse defeito: sexualidade explicita. Sou um péssimo galanteador. Mas em relação a ser sarado, meu corpo é ferramenta do meu trabalho, ele é assim porque preciso dele assim. E verdade seja dita, o que adianta eu ser sarado, se como a Mellody mesmo disse eu pareço um frankstein de tanto remendo e cicatriz que eu tenho? Quanto a ser nerd, não sei sua definição de nerd, mas eu gosto de ciências, tecnologia, jogos, animes, invenções. E também gosto de conversar sobre isso. É óbvio que meu intelecto não passa nem perto de gente como você e seu grupo, Mellody e Emilly. Mas foi legal conhecer um pouco mais sobre você Francine, de verdade, inclusive dos seu amigos."

A expressão de alguém que tem sentimentos ou estava triste some do rosto de guerra. Ele não passou pela parte do treinamento Corvo que era conhecido por praticamente retirar a humanidade dos membros. Mas ele já havia perdido muita coisa da sua.

- "Ok, Emilly. Você tem seus motivos, continue agindo segundo eles, é justo."

- "Mellody, eu irei ao Brasil sozinho. Não precisam me acompanhar. Acompanhem a Sandra, ela tem família, a sua habilidade de lidar com as pessoas pode ajudar a situação a ser menos traumática para eles."


Guerra então mantém uma postura impassível, praticamente vazia. Atento ao que o grupo planejaria. Por dentro ele está um caos. Ele não consegue mais se achar, sua personalidade, seu eu, está uma zona. No seu estado atual era angustiante tentar manter sua humanidade. Ele não era útil assim, estava se tornando normal seu comportamento causar confusões no grupo. Se ele não conseguia lidar com seus desejos e humanidade, era melhor abrir mão dela. Ele de fato não achava que Emilly estivesse errada em tratá-lo daquele jeito, nem mesmo Mellody ou Sandra. O que ele disse foi um momento de explosão, o que ele sentiu na hora. Ele sabia que estava pisando demais na bola. Ele iria ao Brasil, e lá deixaria a única coisa que o mantinha preso a "humanidade". E ele estava decidido, não iria retornar a Arton, se possível enviaria sua ex-noiva. Mas ele ficaria e lutaria. Faria a única coisa que sabia fazer, se uniria aos garous que quisessem encontrar o fim honroso, e lutaria até o fim. E com sorte seria recebido em Valhalla.

klebersm17
Fostern
Fostern

Mensagens : 91
Data de inscrição : 14/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Lienn em Sex 26 Jun 2015 - 16:33

*Marcus pensa um pouco e diz:*

-Vocês provavelmente foram para um reino umbral muito estranho senhorita Sandra, mas não acho que estes deuses sejam possíveis, apenas Gaia é deusa e por isso eu pouco acredito nessa tal Allihanna, sem querer ofender sua fé.

*Todos os outros tecnocratas ali presentes assentes, incluindo emilly*

*Marcus ainda fala para mellody:*

-Sim nós somos parentes, mas falemos de nossos irmãos metamórficos depois.

_________________

In blackest day, in Brighest night
Beware your fears made into light
Let those who try to stop what's right
Burn like his power, Sinestro's Might.
avatar
Lienn
Mentor
Mentor

Mensagens : 113
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Monteparnas em Sex 26 Jun 2015 - 20:32

- Guerra, você não é fisicamente incapaz, mas está, sim, ficando social e psicologicamente prejudicado.

- Desde que eu te conheci você tem marcada dificuldade de funcionar em um contexto não-militarizado. Você via e tratava tudo em termos militares. Depois daqueles três meses que você se afastou do grupo, ficou ainda pior, e é preocupante.

- Embotamento emocional a olhos vistos, dificuldade de distinguir contexto social, empatia prejudicada ao ponto de não compreender as pessoas ao seu redor. Você ofendeu um lobisomem e em seguida pediu treinamento a ele como se ele devesse se sentir honrado de te ensinar!

- Sua atitude deixa claro que você não está bem. E eu não estou tentando te ofender. Na verdade, eu peço desculpas pelas ofensas que já te dirigi, eu deveria, como médica, ter percebido seu estado mais cedo. Mas você vai ter, sim, dificuldades para agir sozinho nesse estado, e acredite, com o tipo de coisa que você vai encontrar por aí, Guerra, vai acabar morrendo desse jeito.

- Você poderia ter morrido quando quis me interrogar como uma prisioneira por eu não te contar da minha vida pessoal. Poderia ter morrido quando achou que tinha o direito de arrancar informações da Emilly a força, e até atirar nas pernas dela, às portas de uma cidade. Poderia ter morrido porque tratou um rei Presa de Prata que tinha acabado de nos salvar como se ele fosse um prisioneiro de guerra. E só não morreu em todas essas situações porque havia gente ao seu redor capaz de apaziguar os ânimos. Sozinho, você vai morrer.

- E não pense que o asco que eu sentia por você tem qualquer coisa a ver com as suas cicatrizes. Caralho, eu também fiquei meses sem foder, você acha o quê, que mulheres são feitas de luzes e purpurina? Eu sou um ser humano como você, mas cada vez que você abre a boca ou olha pra mim eu me sinto uma boneca inflável, um manequim, uma foto numa revista de nús...

- A gente também tem amor próprio, e você pisa nele sem perceber quase todo o tempo. Você acha de um minuto pro outro que o fato de você ter mudado de opinião sobre a gente significa que nós temos que esquecer tudo o que você já fez. E ignora que você já me ofendeu várias vezes.

- Não foi só quando você me tratou como uma desertora do seu exército por não ter te contado minha vida pessoal. Você não me ouve em batalha quando eu conheço a situação melhor que você. Me trata como se eu fosse só uma ignorante "da vida", quando eu passei tantos anos lutando para sobreviver a inimigos que você está encontrando pela primeira vez. Eu não te trato mal nessas horas só porque suas decisões são estrategicamente ruins. É porque você me ofende com a sua atitude de superioridade. Inclusive esqueceu que todo mundo no grupo ficou ao lado de Sandra quando ela mudou, só lembra de você mesmo. Isso machuca.

- Pelo menos antigamente você ficava genuinamente nervoso quando falava suas sandices. Agora além de bruto e sem noção é frio. Ao invés de pedir desculpas, ignora o que a gente fala e fica calado com cara de monge budista, só abre a boca para falar do corpo de alguém. Isso incomoda, que você não tem noção do quanto. Mas eu finalmente entendi que você tem um problema.

- Sandra também tem um problema. Ela foi afetada psicologicamente pelo contato com a Tormenta. Está com estado emocional claramente oscilante. Também tem períodos de fixação ideativa perigosos. Vocês precisam de acompanhamento, para que possam melhorar. Eu quero que você melhore, Guerra, não que você se afunde na merda sozinho.

- Quanto a Tormenta, como podem ver ela causa mutações semelhantes as encontradas em Fomores, mas em escala menor e com impacto menor nas habilidades cognitivas e resposta emocional. Sandra é tecnicamente um Fomor menor, mas sem doutrinação, explicações ou qualquer afetação maior pelo contato com a Wyrm, o que me dá esperanças sobre o futuro dela e a possibilidade, inclusive, de usarmos essa Tormenta como uma forma de vacina. Mas o fenômeno de fato é perigoso por si mesmo em seu mundo natal, e precisamos de mais tempo de pesquisa lá do que teremos para salvar a Terra. Com sorte podemos prevenir aquele mundo de ser tão prejudicado pela entropia quanto o nosso.

- A propósito, a influência dos Celestinos locais sobre o mundo é maior que aqui, o que pode nos conceder outra vantagem, uma vez que eles não são aliados aparentes dessa manifestação da Wyrm.

- Sobre o pedido de casamento do Jack, eu... eu estou confusa, eu preciso pensar...


Mellody estava nos braços de Emilly, mas não sabia se merecia estar ali ou se deveria se afastar. Ela estava confusa. Amava Jack, mas odiava ele ao mesmo tempo. Não se sentia segura, e por um momento Emilly lhe deu a segurança que ela procurava sem ousar pedir. Foi Emilly, não Jack, quem lhe devolveu a esperança. Quem lhe devolveu sua Sarah e garantiu a vida de Kate. Jack ainda era promessas vazias. Emilly fizera sem promessas. E Mellody não sabia o que pensar...

_________________
In fearful day, in raging night,
With strong hearts full, our souls ignite,
When all seems lost in the War of Light,
Look to the stars-- For hope burns bright!
avatar
Monteparnas
Mentor
Mentor

Mensagens : 408
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31
Localização : Sobradinho, DF

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por klebersm17 em Sex 26 Jun 2015 - 22:57

Guerra

Ao ouvir as palavras de Mellody, toda a certeza que o melhor a fazer era deixar sua humanidade de lado, foi por água abaixo. Não adiantava mais negar, eles tem problemas sérios. Tem problemas em controlar seu impulso sexual, tem problemas em viver em sociedade. Agora ele vê claramente, que perder sua humanidade iria por ele e todos ali em perigo. Ele apenas agiria racionalmente e não de forma ética ou honrada, caso não tivesse mais a humanidade para escolher a hora de puxar o gatilho da arma que os Corvos haviam moldado. Não tinha mais como ele se esconder atras de aparência calma. Ele precisava enfrentar seus problemas de frente, encarar seus demônios, arcar com seus atos e lutar para reparar seus erros. E ele daria o primeiro passo.

- "Mellody, Sandra e Emilly, eu de verdade me arrependo pelas coisas que disse e/ou fiz a vocês. Sandra eu fui um idiota em ficar arrumando motivos para ficar de mãos dadas com você e beijá-la. Mellody eu fui um inconsequente e moleque, em ter exigido de Stuart informações sobre como te conquistar, como termos em um falso acordo com ele. Emilly eu fui um desonrado em ter dito na sua cara que sentia desejos por você, mesmo você tendo marido."

- "Me desculpar não vai reparar meus erros. Então eu prefiro admitir que tenho sérios problemas e aceitar a ajuda de quem oferecer. Mellody, eu aceito sua ajuda, na verdade até peço que não desista de me ajudar. Estou disposto a fazer o que você sugerir para isso. E mais: não que eu tenha alguma chance com você, mas não vou colocar mais confusão na sua cabeça, você já tem muita tendo que "escolher" entre Emilly e Jack."


Guerra então consegue depois de muito tempo, nem por alguns minutos, manter uma coesão de emoção, sentimentos e lógica, para tratar do que importava no momento. Ele então contribui com o que acha melhor.

- "Quanto a Tormenta, ela na verdade é toda uma raça: lefeus. São seres basicamente criados apartir de três princípios: poder, ambição e engenhosidade. Eles atualmente assimilaram toda a sua Criação de origem, eles assimilaram tudo: rochas, água, energia, conceitos, leis da física, tempo e espaço, tudo."

- "Imagine Francine, o conceito do Enxame da franquia Starcraft, só que bilhões de vezes mais poderosa, evoluída e abrangente. Suas formas físicas são tão anormais para nossas mentes, que os que os veem simplesmente se tornam insanos, e os que se não se tornam insanos veem formas bizarras, pois é uma tentativa da Realidade entender o que eles são. Quanto a poder, eles são tão poderosos que nem os deuses artonianos os enfrentam diretamente. E os deuses artonianos são absurdamente poderosos. Só por um momento se imaginem sendo cristão, os deuses artonianos são como se o Deus-Cristão se dividisse em 21 pedaços. Todos os lefeus são basicamente feitos de matéria-vermelha. Uma substância que serve como alimento, fonte de energia, arma, matéria-prima para construção, "matéria-orgânica".

- "Sandra se tornou uma lefou, uma fusão da realidade com a Tormenta, mas a alguns anos atrás em Arton começaram a nascer seres assim, como um movimento esporádico. Entender a Tormenta é muito mais que apenas exercício científico."

- "Existe uma ordem em Arton criada parta combater essa Tormenta, Os Corvos. Eles são uma espécie de GRUMEC, SEALS, SAS, etc medievais. Mas voltando ao nosso mundo, não acredito que devamos apenas esquecer esse e fugir. Stuart veio com o papo furado de que existe uma forma de derrotar a Wyrm e salvar a Terra. Ele quer coletar todos os Avatares e uni-los em um só ao seu controle. Na melhor das hipoteses isso tem 90% de chance e dar em merda em escalas dimensionais na minha opinião. Mas vocês, Mellody e Emilly com certeza terão mais habilidade para analisar de melhor forma essa informação."

klebersm17
Fostern
Fostern

Mensagens : 91
Data de inscrição : 14/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Operação Retorno (IN GAME)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum