A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Página 6 de 15 Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 10 ... 15  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por Mamorra em Sab 13 Dez 2014 - 17:54

Kaira tomou um susto ante a reação da Mayra e não conseguiu segurar um gritinho de susto, seguido de um gemido.

Spoiler:

Poucos instantes depois, ela recobra o controle.
Spoiler:

-- Como ousas dizer tamanha estupidez?! Trairás o Arthur?! Há um trabalho que demanda mais de nós do que suas ideias pervertidas...

Mamorra
Mentor
Mentor

Mensagens : 166
Data de inscrição : 14/11/2013

Ver perfil do usuário http://orangovivo.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por Monteparnas em Dom 14 Dez 2014 - 12:48

Sombria


Mellody:


A mulher termina começa a responder às questões que surgem em meio ao grupo enquanto limpa e guarda seus equipamentos novamente, cuidadosamente eliminando os vestígios de Matéria Vermelha das ferramentas.

- Este "reino" está sob controle e proteção direta de um espírito poderoso, uma Deusa Maior no vernacular de vocês. A probabilidade de essa contaminação causar esse estrago todo ainda é pequena. Tampouco parece servir a algum propósito, isso parece mais um rastro. Contaminação causada meramente pela passagem das criaturas.

- Nossa preocupação maior agora é nossa missão. Como nosso colega bem recorda, viemos resgatar uma moça raptada por um Lich, e aparentemente o desmorto em questão está profundamente corrompido por essa praga entrópica que vocês chamam de Tormenta. Mais que isso, está acompanhado de uma hoste de Criaturas da Tormenta de alto nível.

- Se você não prestou atenção, nossa amiga se referiu a dragões estranhos, no plural. Nós teremos sorte se forem dragões "comuns" corrompidos, e não espero nada pequeno. Com um pouco mais de azar, ele pode ter uma pequena tropa de legítimos Dragões da Tormenta. Que eu me recorde de sua história recente, vocês já precisaram de um dragão-deus e jogar uma montanha voadora na cabeça do último para se livrar dele...

- De toda forma, a situação da floresta é mais simples do que parece. Descontaminação difícil, decerto, mas não irrealizável. O mais difícil vai ser recuperar o estrago já feito. Muito dano foi causado a boa parte das plantas e animais, e mesmo que descontaminados, não sei se irão resistir.

- Isto posto, Cassandra estava correta. Com essas novas informações, poderemos localizar nosso alvo pelo rastro de Matéria Vermelha que ele está deixando. Eu acho improvável que o Lich corrompido não tenha ligação com o rapto que nós viemos resolver. Não acho que Lichs com moças raptadas sejam uma visão tão comum assim, mesmo aqui.

- Quanto à possibilidade de a presença desse rastro indicar maior preocupação sobre o reino em que estamos, creio improvável por hora. Mesmo com proteção direta, não é inconcebível que um foco pequeno de Tormenta possa existir aqui. Mesmo para um espírito desse nível de poder é inviável realizar suas outras atividades ao mesmo tempo que mantém um controle completo de todo um mundo infinito. Provavelmente Tenebra destruirá esse foco se ele ficar muito perigoso para essa realidade, mas por hora é apenas um pequeno grupo refugiado.

_________________
In fearful day, in raging night,
With strong hearts full, our souls ignite,
When all seems lost in the War of Light,
Look to the stars-- For hope burns bright!
avatar
Monteparnas
Mentor
Mentor

Mensagens : 408
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31
Localização : Sobradinho, DF

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por Lienn em Ter 16 Dez 2014 - 1:19

Sombria (todos)

*O grupo sente em seus corações e suas mentes as palavras de Tenebra*
-Peguei meu tributo para que a floresta esteja reestabelecida, agora o druida pode agir como bem entender...

*Depois disso o grupo nota a falta de Arn e sente mais um pouco as palavras da deusa*
-Seus amigos, servos daquele pequeno traidor que se dizia meu marido estão no material de novo... não quero eles aqui tomem isso como um aviso...

Arn (sombria/Ahlen)

*Durante a sua Busca pela matéria vermelha, ele começa a notar nevoa o enredando de forma paciente e quando ele tenta voltar para onde estava o grupo a nevoa é a única coisa que ele consegue ver mais e mais nevoa e enquanto ele tenta abrir caminho para voltar, ele sente seus sentidos o traindo e sente algo pregado ao seu rosto, que parecia ser uma mascara, e ao redor dele a luz da magia que ilumina o lugar começa a se fazer presente e Arn se vê em meio ao Baile de mascaras de Ahlen.
Enquanto as pessoas dançavam alegremente, uma jovem vai até ele e diz:*.

-Olá pedaço de mau caminho, Você esta desacompanhada ou tem companhia e se tiver companhia tem lugar para mais uma ?
*quando a doce e saidinha dama passa pela mente que  sua que Kerrigan, sua dama, pertence a uma sociedade onde isso é normal e não se incomodaria em dividi-lo *


Ahlen

Depois de um pouco de balburdia o grupo segue em direção ao baile de mascaras no palácio real, o grupo de Faustus esperou o grupo de Adalinda ir primeiro e depois de algum tempo todos saíram de  Bohemia, o Palácio da serpente anciã*

Ao chegar ao baile o baile já estava pegando fogo de tão animado, os ahlenienses dançavam e bebiam dançavam nos salões de baile do palácio, os grupos por rotas diferentes pareciam se dirigir a uma parte mais especifica do palácio, onde a nobreza e os signiori de Ahlen em alguns casos, aqueles mais conhecidos pelos aventureiros.
(off: o clipe é para mostrar a arquitetura do lugar e as roupas dos nobres)

O baile estava regado a vinho e boa comida, apesar de ser um baile aberto ao publico, nesta parte do baile, poucos plebeus eram vistos.
Naquele lugar Adalinda e Faustus cumprimentavam algumas pessoas de forma quase imperceptível enquanto procuravam seu alvo, mas qual não é sua surpresa ao verem Arn em um lado do salão e Arthur em outro, mascarados e totalmente desnorteados de e onde estavam.
Arn era abordado por uma moça de Ahlen, Arthur por um rapaz de Ahlen, a garota quase serpenteia ao redor de Arn, enquanto a forma incisiva do Homem faz Arthur ficar totalmente confuso sobre o que fazer em relação a isso.
*Arthur olhava ao redor com a cara de o que eu estou fazendo aqui
Garota do arn:
Cara que ta paquerando o arthur:

arthur:
mascara do arthur:
]
mascara do arn:

(off: amanhã eu edito a postagem com os teste a serem feitos)(


Última edição por Lienn em Ter 16 Dez 2014 - 21:39, editado 1 vez(es)

_________________

In blackest day, in Brighest night
Beware your fears made into light
Let those who try to stop what's right
Burn like his power, Sinestro's Might.
avatar
Lienn
Mentor
Mentor

Mensagens : 107
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por windstorm em Ter 16 Dez 2014 - 1:49

Vendar

Vendar ouvia tudo com atenção incluindo a explicação de Mellody e as palavras de tenebra.

- Bem, isso foi tranquilizador de ouvir. Obrigado.

Ele então vendo que Arn havia sido expulso respira fundo.

- Isso vai dificultar um pouco. Mas pessoal, realmente precisamos seguir logo esses rastros e achar o lich e a moça a ser resgatada. Vamos

----------

Istíria

A meio-elfa sempre se sentiu deslocada em várias situações, mas agora em meio ao carnaval, ela se sentia praticamente em outro mundo. Enquanto observava tudo e esperava a hora do grupo encontrar e deter a rainha vermelha, ela fala com Kerrigan.

- Eu nunca me acostumo com o clima do carnaval. Sinto algo tão estranho nessa festa. Kerrigan, você já participou disso alguma vez? Ou alguma coisa parecida?
avatar
windstorm
Fostern
Fostern

Mensagens : 87
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 35

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por klebersm17 em Ter 16 Dez 2014 - 11:19

Arn

Ao ouvir a mulher falar com ele e perceber que a mesma praticamente o está "cercando", Arn tenta focar a sua mente, esquecer a balburdia, pessoas em excesso, a música e o cheiro de comida.
Ela pensa e analisa:

- "Ahlen, o ultimo lugar que eu me imaginaria pisar. Muito menos no Baile de Máscaras. Por um tempo achei estranho Tenebra permitir que eu e Arthur andássemos impunes pelos seus domínios."

Apesar de uma forma ou de outra, ter de lidar com a nobreza, Arn não tinha praticamente nenhuma paciência para lidar com ela. E menos ainda com a nobreza de Ahlen. Arn segura o braço da moça e "gentilmente" a afasta para o lado e diz:[/b]

- "Obrigado senhorita, mas no momento estou ocupado. Boa sorte em achar outro."

Dito isso ele tenta focar no salão, na tentativa de ver alguém conhecido. Mas ele sabia que a Tormenta estava infiltrada em Ahlen, por isso, tenta localizar qualquer vestígio de lefeus e variáveis.

klebersm17
Fostern
Fostern

Mensagens : 91
Data de inscrição : 14/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por Lienn em Ter 16 Dez 2014 - 20:33

Maria

Maria havia chegado ao baile de mascaras com seus pais, ela estava vendo o baile de mascaras em seu esplendor máximo nada fora do comum, a plebe estava junto com a nobreza e este era um dos dias mais perigosos de Ahlen e um dos dias iniciais do carnaval de Ahlen  inicias do baile.
A pequena Dragonesa entrava no palácio com seus pais e se dirigia aos salões mais internos onde estavam a maior parte da alta nobreza e dos signiori de Ahlen e poucos membros da plebe pois este era um dos salões mais internos do palácio, era aonde Maria estava acostumada a passar os carnavais, mas esse era um carnaval triste e de trabalho para  ela, pois segundo uma profecia da sumo sacerdotisa de thyatis, O tempo do tormento da mãe dela nesta terra.
Enquanto dançava com um colega com que de suas aulas de dança, ela finalmente avista a serpente anciã e sua guarda chegando, era este o sinal de que sua missão acabara de começar e que a vida da sua mãe estava na eminência a terminar.

Baile de mascaras


Grupo da Adalinda



O Grupo que estava com Adalinda entrou por uma das entradas que dava para  escadaria principal, e enquanto eles desciam as escadarias todos prestava atenção nas pessoas ao redor e em um grande trono sendo servido com o bom  e do melhor e apreciando a festa
Spoiler:

A mascara do rei:
Adalinda estava de braços dados com Axel, e eles iam descendo com certa pompa a  escadaria do palácio, enquanto desciam todos notam alguns dos maiores Signiori de Ahlen no Local
Entre eles alguns que estão na nata dos vilões de Arton  Magda nota entre eles, Vitto Barletta, um Dos grandes chefes do crime e em segredo Um dragão negro antigo, estava com sua esposa e filha neste baile.
Magda e gloria notam a estranha aglomeração ao redor do regente, além de seus seguranças haviam outros muito bem posicionados, que pareciam estar cuidando do regente, mas olhando como esperassem algo, como apenas um sinal fosse necessário.


Grupo do Faustus

Faustus esta de braços dados com Kerrigan em sua acompanhante ele sorria por debaixo de seu capuz e e eles olhavam para a multidão ao seu redor e podiam ver a festa de um ponto privilegiado, pois saíram por uma das passagens mais escondidas do salão que o rei estava, ao olharem de longe podiam ver que a sala estava cheia da nata de Ahlen que viera do reino inteiro para privilegiar o local.
Regan e Vitto notam entre eles, Vitto Barletta, um Dos grandes chefes do crime e em segredo Um dragão negro antigo, estava com sua esposa e filha neste baile, a esposa deste criminoso  também era um dragão se tratava de um espécime antigo de dragão azul, sua filha nunca havia se mostrado como dragão não era conhecida sua cor.
A movimentação estranha é percebida por Ístria e Regan e Vitto, Vitto não consegue notar a intenção do grupo, mas Ístria  e Regan conseguem ter uma ideia de que algo poderia acontecer hoje e tinha a ver com o rei de Ahlen.

Aos que passaram no  conhecimento tormenta em alguns momentos é perceptível um ou outro que ou possuem, sinal de corrupção ou mesmo simbiontes nesta festa, em um momento ou outro um lefou foi notado, muito bem disfarçados, mas nada que passasse aos olhos treinados de gente como os membros da investida.
Até agora não há nenhum sinal de  nada realmente extraordinário e nenhum sinal da Red Queen.

Arn

A Garota Chora um pouco levando a mão no braço e diz:

Garota do arn:

-Por Marah você me machucou, não precisava ser tão bruto, você torceu meu braço, como pode ser tão malvado com uma mulher que só queria sua atenção ? sera que eu sou tão ruim assim ?

*As pessoas começam a olha feio para Arn pelo o que ele fizera*

(off: Arn não consegue reconhecer dos grupos pois a cd dos disfarces do regan é muito alta para percepção do paladino.)

Aqui seguem os testes rolados  (com exceção do regan que é um bugado do caralho)

Testes de rolagem:
Kaira (não passou na da Adalinda e vai passar na da tormenta)
Percepção
Roll(1d20)+30:
8,+30
Total: 38
Intuir intenção
Roll(1d20)+14:
19,+14
Total: 33


Anne ( não passou em intuir intenção, conhecimento nobreza, percepção, tormenta(Passou), )
Intuir intenção
Roll(1d20)+36:
5,+36
Total:41

Conhecimento nobreza
Roll(1d20)+35:
4,+35
Total:39
Conhecimento Tormenta
Roll(1d20)+35:
15,+35
Total:50

Percepção
Roll(1d20)+36:
1,+36
Total:37

Istria
Percepção ( passou)
Roll(1d20)+54:
1,+54
Total:55

Intuição (passou)
Roll(1d20)+52:
2,+52
Total:54

Kyle

Conhecimento tormenta (passou)
Roll(1d20)+27:
8,+27
Total:35
Intuição (não passou)
Roll(1d20)+31:
13,+31
Total:44
Percepção (não passou)
Roll(1d20)+37:
3,+37
Total:40

Regan
Intuição (passou)
Percepção(passou)
Conhecimento nobreza(passou)
Conhecimento tormenta ( não possui logo ele não passa)

Mayra
Intuição (não passou)
Roll(1d20)+31:
1,+31
Total:32
Percepção (Não passou)
Roll(1d20)+33:
2,+33
Total:35


Magda
Intuição (não passou)
Roll(1d20)+42:
4,+42
Total:46
Percepção (passou)
Roll(1d20)+46:
12,+46
Total:58
Conhecimento tormenta (passou)
Roll(1d20)+46:
20,+46
Total:66
Conhecimento nobreza (passou)
Roll(1d20)+46:
12,+46
Total:58

Kerrigan
Intuição (não passou)
Roll(1d20)+35:
19,+35
Total:54

Percepção (não passou)
Roll(1d20)+31:
3,+31
Total:34

Arn
Intuição (não passou)
Roll(1d20)+37:
14,+37
Total:51

Percepção (não passou)
Roll(1d20)+39:
1,+39
Total:40

Gloria
Intuição (passou)
Roll(1d20)+35:
20,+35
Total:55
Percepção (passou)
Roll(1d20)+35:
20,+37
Total:55


Maria
Percepção
Roll(1d20)+43:
9,+43
Total:52

Axel
Intuição ( não passou)
Roll(1d20)+45:
8,+45
Total:53

Percepção (não passou)
Roll(1d20)+49:
1,+49
Total:50
Conhecimento
Roll(1d20)+44:
10,+44
Total:54

_________________

In blackest day, in Brighest night
Beware your fears made into light
Let those who try to stop what's right
Burn like his power, Sinestro's Might.
avatar
Lienn
Mentor
Mentor

Mensagens : 107
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por martafofa em Ter 16 Dez 2014 - 21:57

Maria

Spoiler:


Maria viu a Serpente Anciã e ficou pensativa: Se ela fosse se unir ao grupo do Faustus agora, ela ficaria longe de sua amada mãe e depois nunca mais a veria, além de desobedecer seu marido, que pediu que ela ficasse o tempo todo ao lado dela. Mas também ela foi chamada para entrar na Investida, a qual ela se juntaria assim que se juntasse ao grupo de Faustus. Então ela decide continhuar dançando com seus amigos perto de seus pais. Até a inevitável ida de sua mãe para um lugar melhor, como foi dito na profecia. Mas antes de ficar somente dançando perto de seus pais, ela vai até o Faustus diz:

Serpente Anciã, eu entrarei na Investida assim que minha mãe sair da festa. Preciso ficar perto dela até a hora final dela.


Glória

Glória fica apreensiva ante a visão de que o regente de Ahlen talvez esteja em perigo. Quando consegue chegar bem perto de Adalinda ela pergunta:

Quem são aquelas pessoas perto do regente que aparentemente não fazem parte da guarda real?


Última edição por martafofa em Sab 10 Jan 2015 - 15:21, editado 3 vez(es)
avatar
martafofa
Fostern
Fostern

Mensagens : 77
Data de inscrição : 19/11/2013
Idade : 34
Localização : No meio do mato

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por Mamorra em Ter 16 Dez 2014 - 22:28

Kaira ainda estava irritada por ter "perdido" para a Mayra numa disputa que ela só sabia o que "vira" a Selena fazer. Desde que chegara havia entrado no modo caça, procurando o alvo para sair de lá o mais rápido possível, uma reação que não era natural para ela. Ela não entendia nada daquele mundo e achava aquilo tudo uma palhaçada sem tamanho.

Ao ver o Arthur sendo rodeado pelo rapaz, ela chamou a Mayra para mais afastado do rei e os outros patetas. A raiva e frustração ainda estavam estampadas no seu rosto.

-- Seu queridinho está lá, já sendo atacado... Tire aquele pateta de lá, antes que ele faça merda... Eu vou caçar nosso alvo... Preciso matar algo... -- Disse ela com um olhar desafiador para a Paladina de Lena. -- Quando eu achá-la, eu os chamarei.

_________________
avatar
Mamorra
Mentor
Mentor

Mensagens : 166
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31

Ver perfil do usuário http://orangovivo.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por Monteparnas em Ter 16 Dez 2014 - 23:20

Ahlen

Kerrigan:


- Já estive em festas assim, e há festas ainda mais estranhas em minha terra. Não sei se seriam a seu gosto, querida. Mas compreendo seu desconforto, meu noivo também não se sente bem nesses ambientes.

- Falando nele... me dê licença, sim?


Estefane avistara Arn no meio do salão. Sem jeito, o paladino já havia arranjado confusão e nem mesmo parecia notar o que fizera...

A nobre sutilmente coloca uma outra máscara por baixo de sua fantasia, e permite-se tomar pelo poder do antigo artefato enquanto este se mescla à seu rosto e o torna perfeito. Imbuída desse poder, ela elabora rapidamente um plano.

Kerrigan se move pelo salão em direção a Arn e à moça chorosa. Se aproximando, ela toma as dores da mulher de forma comovente.

- Afasta-te dela, bruto! Que fazes aqui, invadindo nossa festa com tua fantasia de cavaleiro! Crês que vestindo-te assim tens permissão para ferir donzelas inocentes!? Sois tão baixo a ponto de castigar esta bela moça, unicamente pelo crime de dar-lhe atenção!? Eu não permitirei tal ultraje!

- Não se preocupe, querida, eu levarei esse brutamontes para longe de você. Estou certa de que uma alma caridosa poderá cuidar de seu braço, mas eu, eu cuidarei eu mesma de jogar este homem na sarjeta, que é o lugar dele!


Kerrigan é dramática e teatral, e termina puxando a orelha de Arn e carregando-o para fora do salão, em direção a uma sala contígua. Atuação (Dramaturgia) +75.

O poder da arte de Kerrigan envia as seguintes mensagens para cada pessoa através de sua atuação. Essas mensagens não são mágicas nem mentais, são significados imbuídos na própria atuação:

Para Arn: Venha comigo, sem reclamar, ou vai arranjar mais problemas para si mesmo. Não se preocupe.
Observação: A mensagem ainda não revela a Arn quem é a mulher mascarada que está lhe sendo guia agora.

Para o Público: Dar a impressão de que foi apenas uma apresentação dramática para entreter a todos, conferindo o teste dela como bônus de Prestar Ajuda para Atuação dos outros dois.

Para a Moça: Deixe estar e você terá mais atenção e fama que jamais sonhou.

Para Istíria: Venha aqui e veja o braço da moça.

Para Regan: Pelos deuses, venha ajudar a montar melhor a fantasia do Arn.



Mayra:


- Eu já vi, e já vou cuidar disso. Enquanto isso, tente relaxar um pouco. Não precisa ficar assim por causa da brincadeira de mais cedo.

- Se quer ser eficiente e terminar essa palhaçada logo, relaxe e divirta-se. Sirva-se de um drinque e curta a festa, antes que essa cara amarrada espante o nosso alvo. Você tem mais chance de encontrar o rastro da Tormenta paquerando os rapazes da festa do que farejando o ar com cara de cão de briga.


Depois disso, Mayra vai casualmente caminhando pela festa até chegar perto de Arthur. Ali, ela se deixa cair de forma teatral, bem entre os dois homens, dando tempo a ambos de segurá-la ao mesmo tempo.

- Oh! Que mal estar repentino! Será que os cavalheiros se importariam de levar uma pobre donzela a um quarto onde ela possa descansar?

Mayra estava abraçada aos dois, lançando olhares bem significativos e orando a Lena por dentro para que Arthur a reconheça com esta proximidade ou, pelo menos, siga a deixa para sair do salão e guardar a espada.

_________________
In fearful day, in raging night,
With strong hearts full, our souls ignite,
When all seems lost in the War of Light,
Look to the stars-- For hope burns bright!
avatar
Monteparnas
Mentor
Mentor

Mensagens : 408
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31
Localização : Sobradinho, DF

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por windstorm em Ter 16 Dez 2014 - 23:56

Istíria via as cenas que acontecia e ficava um pouco surpresa de Kerrigan conseguir transmitir tantas informações ao mesmo tempo. Ela entende o que a colega lhe pedia e se aproxima da jovem.

- Oi, você está bem? Cuidado, tem cada gorila disfarçado de gente neste lugar. Aqui, deixe eu ver seu ombro, sei tratar um pouco de machucados.


Off: Istíria vai tentar usar um teste de cura para massagear o machucado e eliminar a dor.
avatar
windstorm
Fostern
Fostern

Mensagens : 87
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 35

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por klebersm17 em Qua 17 Dez 2014 - 7:41

Arn

O paladino de um modo ou de outro fica agradecido pela mulher o ter arrastado de lá.
Ele encosta em uma parede e dá um suspiro de cansaço.

- "Aff. Obrigado por me tirar de lá. Aquela mulher parecia bem insistente. Até mesmo gentil por querer minha presença. Mas digamos que eu meio que fui jogado aqui e ainda estou desnorteado. Qual seu nome senhorita?"

klebersm17
Fostern
Fostern

Mensagens : 91
Data de inscrição : 14/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por Monteparnas em Qua 17 Dez 2014 - 13:49

Ahlen

Kerrigan:


Ela aguarda a chegada de Regan enquanto fala com Arn, mas prefere não revelar sua identidade antes do fim da missão.

- Meu nome não importa, eu sei quem é você. Seus amigos precisam de ajuda pra encontrar as pessoas na festa que estão maculadas pela Tormenta. Você consegue fazer isso SEM começar outra briga?

- Discrição é o mais importante. Se divirta na festa, não entre em brigas, não diga a ninguém que é um paladino, mantenha suas armas guardadas e finja que a armadura é só uma fantasia. Me dê um sinal se precisar de ajuda ou encontrar sinais de Tormenta, mas não tente ser um herói aqui, ou você vai arranjar encrenca demais e ainda vai espantar o alvo.


Depois de um tempo Regan chega na saleta, irreconhecível para Arn, mas Kerrigan já sabia as fantasias de todos.

- Tenho que ir agora, deixe-o te fantasiar, pode confiar nele. Se alguém te perguntar sobre o espetáculo que você deu lá fora, só sorria e diga que só estava fazendo seu trabalho. É verdade, afinal. E, pelos deuses, se alguma moça der em cima de você, só diga que é comprometido. Não toque. Não empurre. Não tire do caminho. Só diga que é comprometido e me faça o sinal.

Depois de dizer tudo, ela hesita um instante, mas resiste à vontade de dar um beijo de despedida e volta para a festa.

Regan vai fantasiar Arn com outro teste de Enganação +62.

_________________
In fearful day, in raging night,
With strong hearts full, our souls ignite,
When all seems lost in the War of Light,
Look to the stars-- For hope burns bright!
avatar
Monteparnas
Mentor
Mentor

Mensagens : 408
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31
Localização : Sobradinho, DF

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por Mamorra em Qua 17 Dez 2014 - 16:19

"Paladinos... Por que eles me irritam tanto?! Imbecis metidos." Pensava a Kaira enquanto andava pelo salão. Viu tudo o que era tipo de gente fazendo tudo o que era tipo de coisa.

Pouco tempo depois, viu alguém servindo o que parecia ser cerveja. Pegou um pouco e tomou um gole. O gosto era horrível, mas queria entender o motivo que fazia eles tomarem aquilo.

O gosto era horrível, mas fazia a cabeça da Kaira girar, e isso a fez pegar mais.

Algum tempo depois, Kaira tentou achar a Mayra e a viu na saída com o Arthur e o outro homem e já foi gritando por ela.

Spoiler:

-- Mayra!!! Aonde você vai sem mim... Não me deixa sozinha aqui não. Você é uma paladina de Lena e não deve deixar que coisa ruim aconteça comigo...

_________________
avatar
Mamorra
Mentor
Mentor

Mensagens : 166
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31

Ver perfil do usuário http://orangovivo.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por klebersm17 em Qua 17 Dez 2014 - 16:31

Arn


O homem não teve tempo de perguntar algo a mulher, então falou com seu suposto aliado.

- "É sério que em pleno Baile de Máscaras em Ahlen, vocês esperam que eu confie em vocês sem ver os seus rostos? Além do mais eu não disse a ela que sou comprometido, ou que rejeitei a companhia da mulher por isso. Como ela sabe? Apenas algumas pessoas saberiam disso."

klebersm17
Fostern
Fostern

Mensagens : 91
Data de inscrição : 14/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por Monteparnas em Qua 17 Dez 2014 - 16:45

Regan Von Heller:


- E nós somos essas pessoas, ela só quer te ajudar a manter nossos disfarces. É mais fácil você não revelar o que você não sabe. Mas se te deixa mais tranquilo, e eu não sei se deixa, eu sou Regan Von Heller.

Regan tira a máscara por um instante para Arn, então a recoloca com cuidado reintegrando sua fantasia.

- Agora fique quieto para que eu possa montar o SEU disfarce, antes que a sua presença se torne conhecida. Lembre-se que nós não podemos deixar o alvo saber de nossa presença. Deixe o resto para depois da missão.


Última edição por Monteparnas em Qua 17 Dez 2014 - 16:51, editado 1 vez(es)

_________________
In fearful day, in raging night,
With strong hearts full, our souls ignite,
When all seems lost in the War of Light,
Look to the stars-- For hope burns bright!
avatar
Monteparnas
Mentor
Mentor

Mensagens : 408
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31
Localização : Sobradinho, DF

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por klebersm17 em Qua 17 Dez 2014 - 16:49

Arn

Arn deixa passar um sorriso alegre ao ver Reagan.

- "É claro que agora estou mais aliviado. Mas se você é Regan, os outros também estão aqui, então talvez aquela mulher seja...deixa pra lá. Que Khalmyr me ouça quando digo que espero não me emaranhar por esse ninho de cobras nem tão cedo. Mas bem, eu posso ser fanfarrão. Sou bom nisso."

klebersm17
Fostern
Fostern

Mensagens : 91
Data de inscrição : 14/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por windstorm em Qua 17 Dez 2014 - 17:17

Após cuidar do machucado da jovem e ver que estava tudo bem, Istíria nota a cena de Kaira. Ela respira fundo e fala para a jovem "agredida" por arn.

- Pronto, aqui está. Agora é só por no gelo por uns minutos e vai ficar novinha em folha. Eu tenho que resolver um problema, até mais.

Ela então vai até Kaira e fala.

- Por aqui amiguinha, não vamos deixar a bebida subir à cabeça.

Ela então toca o braço de Kaira e fala baixinho.

- Tenta não chamar a atenção, por favor.
avatar
windstorm
Fostern
Fostern

Mensagens : 87
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 35

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por Mamorra em Qua 17 Dez 2014 - 18:10

Kaira olhou para o braço que Istíria está segurando. Ela segurou o braço e chutou Istíria, deslocando o braço da Abençoada, e a jogando no chão.

Jogada de Agarrar:
(Agarrar 1d20+40=60 vs 1d20+21=33. Dano 1d6+47=49, crítico. Dano total: 98)

-- BOBA!!!

A Tirana deu língua pra Istíria e, em seguida, correu até onde Mayra, Arthur e o desconhecido estavam. Notando o estranho tão perto, ela se segurou em Arthur e Mayra, meio se escondendo, tímida.

Spoiler:

_________________
avatar
Mamorra
Mentor
Mentor

Mensagens : 166
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31

Ver perfil do usuário http://orangovivo.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por Monteparnas em Qua 17 Dez 2014 - 18:21

Regan Von Heller:


- Seja fanfarrão, então. Mas não tente adivinhar a identidade dos outros, seja paciente.


Mayra:


Com Kaira ali, Mayra olha disfarçadamente para Arthur, para que continuassem com o que tinham. Ela esperava que ele entendesse que seria melhor saírem do salão logo, depois pensavam no que fazer com o homem.


Enquanto isso, Kerrigan atravessava o salão, procurando Istíria.

_________________
In fearful day, in raging night,
With strong hearts full, our souls ignite,
When all seems lost in the War of Light,
Look to the stars-- For hope burns bright!
avatar
Monteparnas
Mentor
Mentor

Mensagens : 408
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31
Localização : Sobradinho, DF

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por windstorm em Qua 17 Dez 2014 - 18:33

Istíria olhava para o braço deslocado, seu olhar estava vago, como se tentasse entender o que aconteceu conforme o ar era removido de seus pulmões e ela ia ao chão.

- Ué... O que é isso?.... Já senti antes....

Ela olha o ombro, com aquela sensação incômoda, lembrava um pouco o que ela havia sentido quando aquela moça a tal de glória havia pulado nela, mas era algo mais forte e mais profundo. A jovem tentava mover o braço que pendia de maneira estranha, com apenas a mesma sensação vindo mais intensa. Ela então se lembra...

- Ah... acho que me lembro... é... isso é dor de verdade.

Ela vai cambaleando, andando sem rumo. A mente dela uma confluência de emoções e pensamentos. Ela estava em uma planície vermelha, cheia de inimigos ao redor, dois colegas de aventura bloqueavam os inimigos e aos seus pés estava o cadáver de seu amigo. Ele fora despedaçado pelo demônio que havia arrancado o braço da meio-elfa. Morreu para salvá-la, e agora nem mesmo a magia de Istíria podia salvá-lo. Os olhos da meio-elfa se enchiam de lágrimas, a dor no local onde seu braço deveria estar junto com o sufoco em seu peito ameaçava esmagar a mente da jovem.

Na festa só viam uma jovem cabaleando com o braço deslocado e lágrimas nos olhos.
avatar
windstorm
Fostern
Fostern

Mensagens : 87
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 35

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por Lienn em Qua 17 Dez 2014 - 19:01

Maria

* Fautus lhe da um sorriso e diz:*

-Vai lá Guria, estou bem com isso, vai ficar com sua mãe esta tudo sobre controle
*quando Fautus vê o que esta acontecendo ele diz*

-Puta que pariu, guria tenho que resolver uma parada ali

Mayra

Arthur parece perceber que se tratava de sua amada e diz baixinho:

-Vamos tira-los daqui antes que fique pior...

*homem que estava próximo deles esta assustado o suficiente sair dali rapidamente e algumas outras pessoas vão saindo de junto*

*Artur pega Kaira no colo  como a uma criança e vai saindo com Mayra do salão*

Istiria

*Enquanto a pequena clériga começava em sua dor lancinantes a ter seus surtos  devido a dor, chega uma voz conhecida perto dela que diz:*

-Calma pequena, esta tudo bem eu vou dar um jeito nisso...

*Ela sente um cheiro doce que nubla seus sentidos um pouco, fazendo a dor ir embora e depois só sente seu braço sendo posto de volta no lugar e apesar disso ela não sente dor, a droga que ela estava inalando estava nublando esta dor:*

*depois disso ela é erguida do solo pela serpente anciã que apenas diz:*

-Esta tudo bem, fique calma. Faustus esta aqui e não vai deixar nada te acontecer, nada mesmo.

*Faustus da um sorriso doce para abençoada e vai levando ela para um lugar mais calmo ainda em seus braços dando toda uma pinta  de ultimo romântico para que todos no baile acreditem que chegou o par da jovem moça*

_________________

In blackest day, in Brighest night
Beware your fears made into light
Let those who try to stop what's right
Burn like his power, Sinestro's Might.
avatar
Lienn
Mentor
Mentor

Mensagens : 107
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por klebersm17 em Qua 17 Dez 2014 - 19:44

Arn

O paladino se emaranhou no meio do povo, se concentrando para suprimir sua Aura de Realidade, pois ele não queria alertar ninguem, nem um pouco. Quando alguma dama investe nele ele diz que é comprometido, mas que aceitaria companhia sem segundas intenções, sempre conversando, mantendo as aparências, mas perguntando discretamente sobre algo que pudesse ajudar. Por vezes até dando corda a certas investidas para ver que informação conseguia colher. Mas sempre atento a algum sinal de Tormenta. Quando alguma pessoa mostrava ser promissora em relevar algo, ele a incentivava a beber mais.

klebersm17
Fostern
Fostern

Mensagens : 91
Data de inscrição : 14/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por Mamorra em Qua 17 Dez 2014 - 20:05

-- Então é por isso que a Arturia ama tanto você... É tão quentinho e aconchegante ficar no seu colo... É algo diferente de... -- Disse a Kaira enquanto se aninhava mais no colo do irmão. Seus olhos se encheram de lágrimas e ela escondeu-se no peito do Arthur, envergonhada. -- Está contente agora?! Me vendo assim?! Eu não preciso de sua ajuda!!!!! ME LARGA!!!!!-- Disse em seguida ela tentando se soltar

_________________
avatar
Mamorra
Mentor
Mentor

Mensagens : 166
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 31

Ver perfil do usuário http://orangovivo.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por serial101 em Qua 17 Dez 2014 - 22:30

Kyle

Kyle era um artista, um tatuador. Esse era o tipo de ambiente no qual ele deveria se sentir a vontade, mas não era o caso.
O disfarce incomodava, suas asas estavam comprimidas, mas era melhor parecer um humano que um elfo-do-céu nesse momento.
Kyle tentou não chamar atenção. Conversou com alguns convidados, a grande maioria bêbados demais para que eles se lembrassem do próprio nome, que dirá de terem conversado com um palhaço com maquiagem triste.
Enquanto andava pelo local tentou reconhecer as pessoas, a grande maioria nobres, inúteis e decadentes. Em ultima analise vivam de um dinheiro velho que eles próprios nem mesmo sabiam como seus avós haviam ganho. Os novos ricos eram igualmente decadentes, mas usavam de meios diferentes para conseguir seu poder, em geral a partir de torturar seus súditos, embora preferiam chamar de assalariados em vez de escravos.
Velhas faces, apenas um um novo lugar.

Enquanto andava pelo salão percebeu A Corrupção Rubra que se espalhava entre os convidados. Apenas mais decadência em um reino famoso por isso. Era quase clichê, alem de irônico, a busca por poder levando a um estado sem poder algum. A Tormenta era poderosa, mas se tudo fosse tormenta não haveria diferenças, tudo seria Tormenta e tudo seria um, sem diferenças, sem poderosos, sem fracos, tudo sempre igual.
Mas valia a pena investigar.
Kyle pegou duas bebidas, uma em cada mão, e colocou uma moeda de ouro em cada taça. E se adiantou para uma das pessoas que exibia sinais da tormenta;

- Posso lhe servir uma bebida?

Pergunta ele com naturalidade e confiança;

------------------

Marcus.

Marcus apenas acompanha pelo caminho feito pela corrupção. Se for possivel ele pede a driade que os acompanhe pelo caminho e lhe conte como alguem como ela foi parar ali. E que se recorde dos dias belos da floresta.
avatar
serial101
Athro
Athro

Mensagens : 660
Data de inscrição : 20/11/2013
Idade : 28
Localização : A dois passos do paraiso

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por windstorm em Qua 17 Dez 2014 - 23:08

A mente de Istíria estava em polvorosa, ao mesmo tempo em que sua mente tentava bloquear a terrível dor, memórias de uma situação parecida do passado vinham à tona com força total. Tanto em suas lembranças como na realidade ela tentava gritar sem conseguir, era como tentar respirar embaixo d'agua. Ela via seu amigo morto, via um toco onde devia estar seu braço, ao mesmo tempo via um baile no qual seu braço pendia. Sem norte, sem rumo, em desespero. Seu estado mental cada vez mais precário fazia sua magia perder o controle. Vários anos atrás quando isso aconteceu ela havia incinerado tudo num raio de dezenas de metros, e agora isso ameaçava se repetir. Ela queria desmaiar mas não conseguia, ela queria gritar mas não conseguia, e conforme ela tentava e se esforçava cada vez mais ela a magia que começava a responder, repetindo o mesmo ato. As mãos dela começavam a esquentar e o olhar vago se tornava cada vez mais perdido. Em sua mente ela se viu disparando chamas em todas as direções, pôde sentir o cheiro e ouvir os sons da destruição. Ela tentava impedir que isso acontecesse de verdade mas era impotente para impedir. Quando então algo interrompe tudo. Uma voz acolhedora trazendo o fim da dor e do delírio. Ela se sentia relaxada, ouviu o estalo do seu ombro sendo colocado de volta sem dor alguma. Seu corpo perdeu as forças, mas a mente se acalmava e a magia se dissipava. Ela finalmente respirava aliviada e finalmente pôde ver de quem era a voz. Ela fala fracamente, mal tendo forças para ficar de pé.

- Faustus.... o que... o que houve?...
avatar
windstorm
Fostern
Fostern

Mensagens : 87
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 35

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por Dornelles em Qui 18 Dez 2014 - 0:01

Dornelles


Tormenta em um plano divino? Fascinante e preocupante, pensava Dornelles. Isso servia como prova tanto contra como a favor de algumas teorias de teólogos quanto à extensão dos deuses maiores, tanto dentro quanto fora de seu plano. Geraria debates longos em cátedras, algo que ele gostaria de ver. Mais um item pra fazer quando voltasse a Arton, pra se juntar à sua lista com cerca de outros 420 itens. Pensava nas implicações de usar magia para restaurar a floresta quando ouviu a voz autorizando a interferência.

-Hora de agir. Senhorinha dríade, farei o possível para devolver tudo ao seu estado natural.

Invocando os poderes de Tanna-Toh, Dornelles começa a restaurar a vegetação, pedindo não só pelo recuperação como também proteção contra a Tormenta. Uma vez terminado o serviço, avisa aos demais, agradece à Dríade pela paciência, despede-se dela e segue rumo à missão. Liches, vampiros e desmortos em geral. Típico de Tenebra, mas poderia ser pior. Pelo menos alguns mortos eram racionais e perspicazes. Quem sabe ele aprendesse algo de novo com essa missão.

Off: Se eu puder usar algo menor que um Milagre, uso. Caso contrário, uso o Milagre pra reviver a mata e deixar com efeito permanente de Proteção contra a Tormenta

Dornelles
Filhote
Filhote

Mensagens : 14
Data de inscrição : 15/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ultima Libertação (In Game) ANO 1418

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 15 Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 10 ... 15  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum